Sabendo que em cuidados de saúde primários a estratégia de intervenção em saúde oral é a promoção da saúde e a prevenção da doença, o higienista Oral constitui um recurso diferenciado nesta área, dado que é um técnico de saúde cuja principal função é prestar cuidados dentários preventivos, motivando e educando o paciente para manter e melhorar a sua saúde oral.

A fase de diagnóstico é igualmente importante, esta inclui a observação intra-oral, a realização de exames auxiliares de diagnóstico, o exame da dentição, através do qual detectam dentes presentes, perdidos, com cáries ou com restaurações, bem como próteses. Após o diagnóstico, os higienistas orais elaboram o plano de tratamento, adaptado a cada paciente, através do qual definem as intervenções a efectuar.

A educação para a saúde relacionada com a promoção e manutenção da saúde oral constitui uma outra componente importante do trabalho destes profissionais, uma vez que é da sua competência instruir os pacientes para os cuidados que devem ter com a boca, nomeadamente no que se refere à higiene oral:

    • técnica e frequência de escovagem
    • uso diário do fio dentário e/ou escovilhões interdentários
    • uso de suplementos de flúor
    • uso de colutórios adequados

     

Neste sentido, o incentivo á realização de consultas regulares de Higiene oral ajuda a prevenir os problemas orais e a manter uma boa saúde oral.