Prótese Dentária

As próteses dentárias dividem-se em fixas e removíveis e permitem substituir dentes perdidos devolvendo o doente a capacidade de mastigar e falar correctamente ao mesmo tempo que melhoram a estética.

implante-dentario-morder-maca-9769

Prótese fixa

A prótese fixa permite substituir dentes perdidos e pode dividir-se em prótese fixa sobre dentes ou prótese fixa sobre implantes.

A prótese fixa sobre dentes engloba as coroas unitárias e as pontes. Têm em comum serem sustentadas pelos dentes naturais que o doente ainda conserva e serem confeccionadas em cerâmica.

A ausência de dentes pode também ser corrigida com recurso a implantes dentários. Os implantes dentários são “raízes” em titânio que se inserem cirurgicamente nos maxilares. Decorrido o período de cicatrização são confeccionadas coroas ou pontes cerâmicas as quais irão ser suportadas pelos implantes. Os implantes dentários permitem substituir dentes de um modo conservador, ou seja, sem necessidade de proceder ao desgaste dos dentes naturais.

Prótese removível

A prótese removível divide-se em prótese removível suportada por implantes, dentes ou mucosa.

Quando se recorre ao tratamento com implantes dentários em doentes desdentados totais e o número de implantes colocados não permite confeccionar uma prótese fixa opta-se por uma prótese removível sobre implantes. Esta oferece ao doente uma maior qualidade de vida quando comparada com as próteses dentárias convencionais pelo facto de impedir que as mesmas se desloquem dentro da boca causando incómodo e mesmo feridas.

A prótese removível sobre dentes é também conhecida como prótese esquelética. Esta consiste numa estrutura metálica fundida com base num molde obtido pelo médico da boca do doente. Sobre esta estrutura ou esqueleto são colocados os dentes em falta e a mesma irá ser suportada pelos dentes naturais remanescentes e por vezes também pela mucosa.

A prótese removível suportada pela mucosa corresponde às próteses acrílicas convencionais onde com base num molde obtido da boca do doente pelo médico dentista se confecciona uma prótese totalmente em acrílico (material plástico). Têm mais desvantagens quer no aspecto de conforto quer no aspecto estético que as anteriores sendo no entanto menos dispendiosas. São próteses usadas essencialmente em doente desdentados totais que não recorrem a implantes dentários ou como próteses provisórias durante períodos de cicatrização óssea ou mucosa.

Estética

A estética e harmonia do sorriso são cada vez mais alvo de atenção por parte dos doentes e dos próprios médicos dentistas. Uma das preocupações mais frequentes dos doentes prende-se com a vontade de ter dentes brancos. Na ausência de alterações da estrutura do dente e existindo saúde gengival pode conseguir um sorriso “branco” com recurso a técnicas de branqueamento.

1dentes

Restauração

Quando existem alterações de estrutura dos dentes, por exemplo por cárie ou fracturas, pode recorrer-se a restaurações com resinas compostas ou a cerâmicas.

02sorrisoperfeito

Resinas compostas

São materiais de restauração aplicados directamente no dente pelo médico dentista e cuja cor imita a cor natural dos dentes. A estética final depende da correcta selecção do material para cada caso individual e da capacidade técnica do médico.

Cerâmicas

As cerâmicas são usadas em medicina dentária para devolver a função e estética aos dentes quando estes estão muito destruídos ou quando uma restauração em resina composta não tenha um bom prognóstico. As cerâmicas dentárias são feitas em laboratório com base em moldes obtidos pelo médico dentista após um desgaste mínimo da estrutura do dente. As cerâmicas dentárias são usadas em coroas, pontes e facetas estéticas em dentes anteriores.